Escola de Programação

A Escola de Programação tem a função de formar novos pesquisadores a fim de desenvolver sistemas para o Laboratório de Inovação Tecnológica em Saúde (LAIS) e para a rede de saúde pública. Na escola, bolsistas dos cursos de Engenharia Biomédica, Engenharia Mecânica e Design aprendem a usar as linguagens de programação para que, com a supervisão de dois tutores, desenvolvam aplicativos, sistemas e serviços que serão empregados na Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (EBSERH), no Hospital Universitário Onofre Lopes (HUOL) e na Maternidade Escola Januário Cicco (MEJC). 

Os alunos trabalham através do método de Aprendizado Baseado em Problemas (PBL). O PBL é uma proposta pedagógica que consiste no ensino focado no estudante e baseado na solução de problemas. 

Os problemas ou as demandas que surgem a todo instante, por parte dessas instituições de saúde e pelos laboratórios vinculados ao LAIS, servem de estímulo para o desenvolvimento de soluções criativas e eficazes para a melhoria no atendimento aos pacientes dos serviços públicos de saúde.

Leia também

Logo do Projeto Autonomus

Autonomus

Iniciativas desenvolvidas para reduzir os impactos da ELA na qualidade de vida do paciente

Logo do Projeto Bambino

Bambino

Acompanha o desenvolvimento de bebês prematuros que nasceram com hiperbilirrubinemia, nos primeiros 24 meses de vida.

Logo do Projeto Olho Biônico

Olho Biônico

Bengala eletrônica que auxilia deficientes visuais