Notícias

Projeto de combate à sífilis inicia fase de seleção dos candidatos

O projeto Integração Inteligente Aplicada ao Fortalecimento da Rede de Resposta Rápida da Sífilis iniciou nesta semana a fase de seleção dos candidatos inscritos. Conforme previsto no edital do certame, os grupos serão divididos entre os que atuarão na área de pesquisa e os que serão responsáveis pelas intervenções em campo.

 

Cerca de 1.400 profissionais de diversas áreas de conhecimento se inscreveram no processo seletivo. Os aprovados irão contribuir com as equipes estaduais e municipais de saúde na elaboração do plano de trabalho local e implementação do projeto. A expectativa é que os bolsistas comecem a atuar até o início do mês de abril.

 

O processo de seleção é dividido por etapas, que passam pela análise de documentos, da formação acadêmica e da prática profissional nas equipes do SUS, principalmente nas redes de atenção à sífilis, HIV e hepatites virais.

 

“A vivência profissional de cada um dos apoiadores será fundamental para o andamento do trabalho”, afirmou o pesquisador do LAIS, professor Carlos Alberto Oliveira, supervisor da Comissão de Seleção do Edital.

O PROJETO

 

O projeto “Integração Inteligente Aplicada ao Fortalecimento da Rede de Resposta Rápida da Sífilis” é uma parceria do Ministério da Saúde (MS) com o Laboratório de Inovação Tecnológica em Saúde da UFRN (LAIS/UFRN) e Organização Pan-Americana da Saúde/Organização Mundial da Saúde (OPAS/OMS), e conta também com o apoio do Conselho Nacional de Secretários de Saúde (CONASS) e do Conselho Nacional de Secretários Municipais de Saúde (CONASEMS).

 

No total, são 52 vagas distribuídas em várias regiões do Brasil, com objetivo de contribuir com as equipes estaduais e municipais de saúde na elaboração do Plano de Trabalho Local e implementação do projeto, considerando o perfil epidemiológico e as necessidades de cada território.

 

Confira os editais aqui. 

05 de fevereiro de 2018