Notícias

LAIS/UFRN firma acordo de cooperação técnica com a Universidade de Athabasca, no Canadá

A Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), por meio do Laboratório de Inovação Tecnológica em Saúde (LAIS), assinou no último dia 27 de julho, um acordo de cooperação técnica internacional com a Universidade de Athabasca, no Canadá, e uma das mais importantes do mundo em educação a distância.

 

A equipe do LAIS foi composta por professores, pesquisadores e alunos. O coordenador do laboratório, professor Ricardo Valentim, representou a reitora da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), Ângela Paiva Cruz, no evento que firmou o acordo. “É um passo importante para a UFRN, que amplia a internacionalização de sua marca e abre portas no âmbito da parceria entre instituições de ensino superior. Nós do LAIS ficamos bastante satisfeitos por abrir este novo momento vivenciado pela universidade”, disse ele.

 

Esta a primeira vez que a Universidade de Athabasca fecha parceria com uma instituição de ensino superior brasileira. A expectativa é que o acordo de cooperação técnica viabilize em um primeiro momento o intercâmbio entre as IES no que diz respeito à inovação tecnológica em saúde.

 

O reitor da Universidade de Athabasca, Neil Fassina, destacou a importância da parceria e como o trabalho desenvolvido pela instituição canadense e a UFRN, através do LAIS, podem colaborar para o desenvolvimento de novas tecnologias na área da saúde.

 

"Precisamos ser criativos, inovadores e receptivos e, acima de tudo, ser corajosos à medida que quebramos o molde das instituições de ensino superior de ontem e também quebramos alguns de nossos próprios moldes", afirmou.

 

Athabasca University
Fundada 1970 pelo governo do estado canadense de Alberta e situada na cidade de Edmonton, a Universidade de Athabasca (Athabasca University, em inglês) atende atualmente cerca de 37 mil alunos por ano.

 

A instituição foi a primeira do Canadá especializada em educação a distância e atualmente conta com alunos e pesquisadores espalhados em várias partes do mundo.

10 de julho de 2018